domingo, 1 de maio de 2011

Casamento de Flora e Greg


Cerimônia e recepção: Maison Paineiras



Neste sábado foi a vez de Flora e Greg se casarem.

Casal lindo, locação linda, família linda ! Tudo lindo !!!

Flora me foi apresentada pela minha amiga Lenir, dona da Maison Paineiras onde eu estava fazendo uma festa na ocasião de sua visita.

Depois sua mãe esteve no meu escritório e conversamos muito.

O noivo ,Greg, mora no Canadá e, por isso, não participou diretamente desses nossos primeiros encontros.

Adorei ter sido escolhida por elas .

Foi empatia a primeira vista.



Flora é super organizada e dizem...muito tensa. Não vi isso. Ví uma mulher que sabe o que quer e se preocupa em organizar as idéias para que elas não se percam.


 Ótimo!!!

Flora e Greg escolheram se casar de dia para aproveitar a vista exuberante da Floresta da Tijuca .

A pérgula da Maison Paineiras  tem visão privilegiada da maior floresta urbana do mundo e, portanto, um presente para os muitos convidados que viajaram do Canadá ao Brasil par assistir o casamento.



Fotografei para vocês já de noite porque durante a cerimônia
estava repleto de gente querida .

 No roteiro uma inovação: a celebração da cerimônia ficou a cargo dos pais de ambos e o juiz de paz presente apenas conduziu os procedimentos do ato jurídico.

Tudo em baixo de um romântico túnel de flores e lustres de velas estrategicamente posicionados nos jardins da casa e embalado pela bela da música dos Violinos Moza!





O vestido da noiva foi um criação da Marie Lafayette que caprichou na concepção.

Flora estava um luxo!

A maquiagem foi mais um maravilhoso trabalho da Nilza (La Beauté).

O noivo também merece menção .


Trajando kilt , Greg casou com a tradicional peça do vestuário masculino de origem celta , amplamente usada em ocasiões formais na Irlanda, Escócia e Canadá.

Seu pai também usou!


   

A festa foi um capítulo a parte.

A idéia era criar um ambiente com ar de casa de campo : bucólico e chique!

Afinal, estamos falando de um momento solene! 

Flora é uma noiva romântica e para trazer delicadeza a decor. , levei centenas de flores em diferentes tons de cor de rosa, além de astromélias brancas, mini hortensias e lisianthus.

Tomei cuidado também no equilíbrio do material pesado usando , ao lado das mesas em tampo de madeira , cadeiras de estilo em pátina suave e estofadas em palhinha e veludo.

Nas mesas de convidados , caminhos em linho rústico cuja estamparia completava os painéis da cenografia, sousplats de ratan e taças verde em vidro bico de jaca cuja textura em relevo reforçava ainda mais a identidade visual do ambiente .


Aos de olhar mais minucioso,um detalhe artístico...

ferro trabalhado esculpia os pés das mesas em tampo de madeira enquanto lanternas do mesmo material compunham o tampo.



Sempre nesse cuidado em combinar elementos que suavisassem o resultado , usei muitas lanternas , candelabros de prata e a uma bela mesa inglesa de 7 m e inegável tradição e elegância onde desfilavam doces de todos os sabores e cores.

A comida deliciosamente preparada pelo Midlle (de D.Ivonette) tinha escolhas bem brasileiras .

A idéia era oferecer o bom sabor da gastronomia local aos que vieram de longe para a festa .
Tapioca, vatapá e caldinho de feijão fizeram parte do coquetel e , dentre muitas opções, o cherne e o purê de banana da terra foram servidos no jantar .

Na sobremesa, tradicionais doces em compotas fizeram bonito .




Nota 1000 para o serviço do buffet!

Menção importante ao menu com texto em português e inglês para facilitar o entendimento dos convidados canadenses.





A festa foi longa ( 7h!) .

Abrindo a noite, a  banda Soul de Quem Quiser fez seu famoso show Black Tie de altíssimo nível e na sequência a pista ficou a cargo do DJ da Cerimoniale que arrebentou e não deixou ninguém sentado.





Um bar foi montado logo na entrada do salão principal com drinks bem brasileiros e as caipirinhas feitas com a boa e velha cachaça brasileira foi a maior saída da noite.

Kiwi, maracujá, tangerina, lima da pérsia, limão, morangos... valeu tudo desde que misturado a bebida que nasceu nos engenhos de açúcar do Brasil colônia. 

 Não poderia deixar de registrar esse dia com uma foto para o meu mural de noivos queridos . Aqui estamos!

Aos noivos.... amor, alegrias, uma vida linda, cheia de momentos incríveis !!!!

Beijos!!!!!

Mais alguns cliques que eu fiz durante a festa para vocês:


(Você pode deixar seus comentários clicando no link comentários logo abaixo das fotos a seguir!)








5 comentários:

  1. Flávia, parabéns por mais uma produção incrível. Sou super fã do seu trabalho, excelente bom gosto e criatividade nos mínimos detalhes. PS: A noiva é belissíma.

    ResponderExcluir
  2. Angela Moreira(Mãe da noiva)2 de maio de 2011 07:39

    Oi Flavinha!

    Adorei a narrativa da festa, as fotos, as palavras de carinho no seu blog! De coração mais uma vez agradecemos o cuidado e atenção antes, durante e depois da festa, como agora no blog. Você e sua equipe foram 15!


    Beijo carinhoso

    Angela F. Moreira

    ResponderExcluir
  3. Minha Favorita, estou de queixo caído....

    UUUAAAUUUU, que altar lindo foi esse que fez naquele anexo da Maison, nem dá para reconhecer que é lá...rs, AMEI!!!!!

    ai, ai to sonhando com o que vai aprontar na minha decoração.... ansiosa ..bjs querida

    ResponderExcluir
  4. Que festa linda e que noiva deslumbrante!!! Adorei, como sempre!
    Beijos

    ResponderExcluir